http://feeds.feedburner.com/ComoAumentarOPnis-TudoAumentoPeniano

Anatomia do penis

por Giovanna em dezembro 16, 2011

Conheça a anatomia de seu pênis!

O pênis pode ser parecido com um apêndice simples, mas é muito mais complicado do que isso. Ele tem um monte de segredos dentro de sua forma longa e tubular. Como as duas funções do pênis são bem conhecidas (urinar e ejacular), pode parecer que você já sabe tudo o que há para saber sobre ele. Na verdade, você ficaria surpreso com o quanto você NÃO sabe sobre o pênis! É muito importante aprender todos os segredos do pênis também, uma vez que esses segredos são o que vai te ajudar a aumentá-lo.

Partes do pênis:

O pênis humano é composto de duas partes: o eixo e a glande (ou, a cabeça). O eixo não é um músculo como alguns acreditam. Ao invés disso, o eixo é feito de três colunas de tecido, uma das quais continua mais a frente para formar a glande. Estas colunas de tecido são chamadas de Corpo Esponjoso e Corpo Cavernoso (que são duas colunas de tecido localizadas próximas uma da outra, na parte superior do pênis).

O corpo do pênis é coberto de pele, enquanto a glande suporta o prepúcio. O prepúcio é anexado à parte inferior do pênis, em uma área chamada de freio. Por fim, o pênis envolve a uretra em toda a sua extensão. A uretra é o túnel pelo qual a urina e o esperma viajam em suas respectivas jornadas.

A ereção:

A ereção acontece quando as duas câmaras do Corpo Cavernoso se enchem de sangue. Curiosamente, a maioria dos mamíferos têm ossos em seus pênis, mas os humanos não. Portanto, os seres humanos têm de depender exclusivamente do sangue para trazer uma ereção ao seu pênis.

O fluxo de sangue para o pênis é desencadeado por excitação sexual e estimulação, que causam a dilatação das artérias que viajam até o pênis, aumentando assim o fluxo sanguíneo. Quando o tecido esponjoso das câmaras do corpo cavernoso se enchem de sangue, o pênis torna-se rígido, exatamente como você quer que ele fique para a atividade sexual.

Puberdade e crescimento do pênis:

Cada bebê do sexo masculino nasce com um conjunto completo de órgãos reprodutivos, incluindo pênis e testículos. No entanto, estes órgãos não estão plenamente desenvolvidos no nascimento, e não se desenvolvem até que o menino atinja a puberdade, geralmente entre os 10 e 14 anos.

Na puberdade, a glândula pituitária começa a secretar hormônios que fazem com que os testículos comecem a produzir testosterona. A testosterona também faz com que os ossos cresçam e músculos mais grossos se desenvolvam. Além disso, aumenta o tamanho do pênis e testículos, faz com que a voz se torne mais grossa, e com que os pêlos pubianos apareçam.

O pênis para de crescer quando termina a puberdade, que geralmente é em torno dos 18 anos. O tamanho do pênis é totalmente baseado em sua genética, exceto no caso de certos distúrbios hormonais, e não está relacionado (como alguns querem que você acredite) com o tamanho de outras partes do corpo. Entretanto, apenas porque o tamanho natural do pênis é genético não significa que não pode ser influenciado.

Supere a genética com exercícios e extensores penianos:

Através do uso de exercícios e extensores penianos, as colunas de tecido do pênis são forçadas a expandir tanto em comprimento quanto em expessura. Esta força é realizada colocando pressão sobre o eixo e persuadindo as células nos tecidos a se multiplicarem. Isto acabará por fazer com que o Corpo Cavernoso segure mais sangue, o que resultará em um pênis maior em ambos os estados, ereto e flácido. Este é um processo perfeitamente seguro e natural, e pode resultar em um aumento duradouro do tamanho, quando feito corretamente e por um período estável de tempo.

Mas antes de revelar quais exercícios e extensores eu recomendo, vamos dar uma olhada em alguns métodos que você precisa evitar – Aumento Peniano – Métodos para se Evitar

Deixe um comentário

Post anterior: